Antonio Candido é tema de exposição em Poços de Caldas

Inaugurada em 6 de julho, mostra traz fotos, documentos e livros do acervo pessoal do crítico literário

O professor da USP e crítico literário Antonio Candido – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O professor da USP e crítico literário Antonio Candido (1918-2017) – um dos maiores intelectuais da história do Brasil – viveu na cidade de Poços de Caldas (MG) dos 11 aos 17 anos de idade, época que costumava relembrar em entrevistas.

Essa ligação de Candido com aquela cidade mineira é tema de uma exposição em cartaz no Instituto Moreira Salles de Poços de Caldas. Inaugurada em 6 de julho, a mostra reúne fotografias, livros e documentos pertencentes ao acervo pessoal do crítico literário, recentemente doado pela família ao Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP. Ela fica aberta até 1º de março de 2020, com entrada gratuita.

A curadoria da exposição Antonio Candido em Poços de Caldas é de Laura Escorel, neta de Candido.

No dia 5 de julho, às vésperas da abertura da mostra, Laura foi entrevistada no programa Via Sampa, da Rádio USP (93,7 MHz), pela radialista Miriam Ramos.

Ouça no link acima a íntegra da entrevista.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.