Workshop do Gecom apresenta as mídias da Universidade

Com o título “Superintendência de Comunicação Social da USP. O que faz? Como podemos interagir?” o Grupo de Gestão de Comunicação da USP (Gecom) promoveu, no dia 12 de junho, no Edifício Central da Esalq, o primeiro de uma série de workshops sobre comunicação que deverão ser realizados durante o ano, como parte das atividades do Gecom.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Profissionais profissionais que atuam na área de comunicação da USP acompanham palestra do editor da Revista USP, José Francisco de Carvalho Costa

Com o título “Superintendência de Comunicação Social (SCS) da USP. O que faz? Como podemos interagir?” o Grupo de Gestão de Comunicação da USP (Gecom) promoveu, no dia 12 de junho, no Edifício Central da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), o primeiro de uma série de workshops sobre comunicação que deverão ser realizados durante o ano, como parte das atividades do Gecom.

O principal propósito do workshop foi o de apresentar as estruturas e as atividades desenvolvidas pelas equipes da SCS, aos profissionais que atuam na área de comunicação da Universidade e discutir as ações que podem ser desenvolvidas em conjunto. “Serve para estreitar e manter o contato entre a SCS, as Unidades de Ensino e Pesquisa e os vários Órgãos Centrais”, destacou a presidente da Comissão Organizadora do Gecom e chefe técnica da Divisão Mídias Online, Márcia Blasques, na abertura do evento.

As diversas mídias da SCS tiveram a oportunidade de expor e comentar o trabalho realizado e a evolução de cada veículo ao longo dos anos. Representando o Jornal da USP, o repórter Paulo Hebmüller, definiu o veículo como o primeiro jornal universitário do Brasil dedicado a divulgar assuntos acadêmicos e científicos. Criado em 1985, o Jornal publicou, neste mês de junho, sua milésima edição. O repórter ressaltou que, para maior interação com as Unidades e as suas Assessorias de Imprensa, é importante que o Jornal receba pautas exclusivas e não apenas os mesmos press releases que são enviados para todos os lugares. Atualmente, o Jornal é semanal e seu fechamento ocorre às quartas-feiras.

Para que as informações administrativas da Universidade chegassem a todos de forma mais compreensiva e acessível, foi criada, em 1995, a Revista Espaço Aberto. “A Revista surgiu para diminuir a distância entre as diversas Unidades e os campi da USP, com o intuito de mostrar as pesquisas feitas pela Universidade e como elas afetam diretamente a vida de seus docentes e funcionários”, revela a editora Cinderela Caldeiras, à frente da publicação desde o começo. Atualmente na 150ª edição, a Revista é mensal e tem 32 páginas coloridas.

(esq. p/ dir.) Os coordenadores deste 1º workshop: Regis Gonçalves, Luciana Jóia de Lima e Marianne Ramalho Ferreira, respectivamente, representantes dos campi de Pirassununga, Piracicaba e Bauru

Outra mídia impressa da SCS é a Revista USP, que discute e aprofunda determinado tema sob perspectiva multidisciplinar. Publicada trimestralmente desde 1989, a Revista traz, em uma média de 160 páginas, reflexões que transitam pelas diversas áreas do conhecimento. O tema é definido pelo Conselho Editorial, composto por 10 conselheiros e o superintendente de Comunicação Social, que escolhem e convidam os colaboradores para escreverem os artigos. O veículo também é aberto a receber textos espontaneamente, que podem ser publicados, desde que atendam as normas da Revista.

Durante a apresentação, o editor da Revista USP, José Francisco de Carvalho Costa, ressaltou que a publicação “possibilita o debate plural e traz a opinião de especialistas da USP e de fora da Universidade”, e adiantou que, para a 100ª edição, que deve ser  lançada em fevereiro de 2014, quando completará também 25 anos de existência, o veículo publicará um especial sobre educação.

Na rede

“A vitrine da USP na rede”. Foi assim que a chefe técnica do USP Online, Luiza Helena Gonçalves Caires, iniciou sua apresentação sobre o Portal da USP. Criado em 1997, o Portal funciona como um mapa, que organiza uma imensa quantidade de informações sobre a Universidade. O Portal abriga uma página com a relação de eventos que são realizados na Universidade – aproximadamente 500 são cadastrados mensalmente; realiza o atendimento à imprensa por meio de uma Base de Especialistas; mantém, pelo Fale Conosco, um relacionamento online com toda a sociedade; e disponibiliza o Banco de Imagens. Além de escrever as informações contidas no Portal, a equipe também produz matérias inéditas, videorreportagens e fotorreportagens.

Para ampliar a divulgação científica da Universidade, surgiu, em 1996, a Agência USP de Notícias. “A sociedade tem o direito de saber o que é feito, principalmente, em relação à pesquisa”, afirmou o chefe técnico da Agência, Antonio Carlos Quinto. Em sua apresentação, Quinto mostrou o caminho percorrido pela notícia veiculada pela Agência até chegar ao público em geral. A equipe do veículo busca informações exclusivas sobre as pesquisas realizadas nas Unidades e elaboram um boletim diário que é enviado a mais de cinco mil assinantes cadastrados, entre estudantes, profissionais liberais e jornalistas, e estes últimos as utilizam como fonte de informação para a produção de suas matérias.

“O produto da Agência são as matérias sobre as pesquisas da Universidade, que proliferam de maneira satisfatória na TV, rádio, jornais de São Paulo e também de outros Estados do Brasil”, destacou Quinto, que ao final de sua apresentação, reiterou aos profissionais da área de comunicação das Unidades que o veículo está aberto ao recebimento de pautas, indicações e dúvidas sobre o que pode gerar uma notícia.

Som e Imagem

Com a TV USP, no ar há 15 anos, a Universidade está presente no Canal Universitário, “e hoje tem quatro canais temáticos para cobrir as diversas áreas do conhecimento: Saúde, Tecnologia, Ciência e Arte e Cultura, e cujo conteúdo também é disponibilizado no site do IPTV”, destaca o chefe da Divisão de Mídias Audiovisuais e responsável pela TV, Pedro Ortiz, no cargo desde 2002. Esta convergência de mídias também foi um assunto comentado pelo chefe da Divisão de Radiofusão e responsável pela Rádio USP, Celso dos Santos Filho, ressaltando que “a integração com as outras mídias e com as Unidades da USP é importante para a produção de conteúdo”. A Rádio USP foi inaugurada em 1977 e hoje tem 92 programas.

“Dar visibilidade para a Universidade em áreas prioritárias”, este foi o objetivo da criação, há 13 anos, da Divisão de Relações Públicas, Marketing e Publicidade, afirmou o chefe desta Divisão, Lupércio Tomaz. O trabalho desta área consiste em ajudar a produzir relatórios de gestão, logotipos e o Manual do Calouro; assessorar as Unidades da USP em eventos, como o próprio Gecom, realizado em agosto de 2012; participar de eventos para a divulgação do nome da Universidade, como em Feiras de Estudantes e a Bienal do Livro.

Grupo de Gestão de Comunicação da USP

Participantes em frente ao Edifício Central da Esalq

Este primeiro workshop de gestão da comunicação foi coordenado pelos representantes dos campi de Piracicaba, Bauru e Pirassununga, respectivamente, Luciana Jóia de Lima, Marianne Ramalho Ferreira e Regis Gonçalves. O próximo será realizado nesta quinta-feira, dia 27 de junho, das 14h30 às 17h30, no auditório Prof. José Geraldo Massucato da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Com o título “A Universidade sabe se comunicar?”, esse segundo workshop será coordenado pela assessora de Imprensa da USP, Adriana Cruz, e terá como objetivo o de trocar experiências e discutir as iniciativas de comunicação desenvolvidas pelos profissionais que atuam na área de assessoria de imprensa nas outras universidades estaduais paulistas e na Secretaria Estadual de Educação.

Os workshops fazem parte das atividades do Gecom, cujo início foi marcado por um encontro promovido nos dias 23 e 24 de agosto passado, na cidade de Itupeva, São Paulo. Os profissionais de comunicação tiveram a oportunidade de assistir a palestras proferidas por professores e especialistas da área sobre planejamento estratégico, uso de novas tecnologias e divulgação científica, além de discutir temas-chave da comunicação na Universidade.

(Fotos: Marcos Santos/USP Imagens)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados