Situação orçamentária para CT&I é tema de carta entregue a parlamentares

As graves consequências foram destacadas no documento, que também apresentou propostas para o orçamento de 2020

Ciência, Tecnologia e Inovação corre riscos com o situação orçamentária prevista para 2020 – Foto: Pixabay / CC0

No dia 2 de outubro, as entidades científicas e acadêmicas que compõem a Iniciativa para Ciência e Tecnologia no Parlamento (ICTP.br) entregaram uma carta aos parlamentares sobre a grave situação orçamentária para Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) em 2020. Junto a elas, representantes de dezenas de sociedades e instituições de CT&I de todo o País realizaram, em Brasília, uma Marcha Pela Ciência no Congresso Nacional.

A carta lista quatro razões que justificam por que é necessário ampliar os recursos para a área, e apresenta propostas para recomposição de parte do orçamento para CT&I em 2020. O documento também destaca a importância de CT&I para o desenvolvimento econômico e social do País além de falar dos impactos negativos que o corte de verbas trará. 

As entidades científicas e acadêmicas enfatizam que a redução de recursos para CT&I terá consequências graves não apenas no funcionamento das instituições de pesquisa e universidades, no sucateamento de laboratórios e no êxodo de pesquisadores, mas produzirá impactos negativos na sociedade, na economia e na qualidade de vida das pessoas. “A redução drástica de recursos para essas áreas é uma decisão política e é importante que os parlamentares brasileiros estejam conscientes disto”, afirmam.

Confira a carta na íntegra

Por Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.