Revista traz artigos que discutem a compreensão da modernidade

Nova edição da “Revista Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade” discute monismo em Schelling, entre outros artigos

Por - Editorias: Ciências
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Está disponível a nova edição da Revista Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade (volume 23, número 1, 2018). Publicada desde 1996, revista tem como principal objetivo estimular o debate de questões importantes para a compreensão da modernidade.

O volume atual conta com artigos como “O monismo complexificado de Schelling”, que  apresenta as diferenças técnicas que ajudam a compreender a passagem de um modelo de monismo forte a um monismo complexificado, no sistema da identidade de Schelling. Há também o artigo “Qual poderia ser o papel do conceito de reconhecimento em uma teoria social da dominação?” que discute as possíveis contribuições do conceito de reconhecimento a uma teoria social da dominação, buscando esclarecer o significado da noção de teoria social e apresentando uma série de condições que devem ser satisfeitas por uma teoria social da dominação.

A publicação tem ainda outros artigos que abordam o idealismo e crítica da economia política em Marx, a teoria crítica do capitalismo de Moishe Postone e a leitura modernista de Max Stirner.

Organizada pelo Grupo de Filosofia Crítica e Modernidade (FiCeM), um grupo de estudos constituído por professores(as) e estudantes de diferentes universidades brasileiras, a revista Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade é uma publicação semestral do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

A publicação na íntegra, bem como as edições anteriores, podem ser consultadas no Portal de Revistas da USP.

Mais informações: email filosofiaalema@usp.br

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados