Novos tratamentos para artrite reumatoide já funcionam em animais

Um terço das pessoas com atrite reumatoide não responde aos tratamentos atuais e sofre com dor, inchaço e até deformações nas articulações. Nesta entrevista, cientistas da USP e da UFRGS revelam 3 novas opções de tratamentos que já são bem sucedidos nos testes com camundongos.

Por

Um terço das pessoas com atrite reumatoide não responde aos tratamentos atuais e sofre com dor, inchaço e até deformações nas articulações.

Nesta entrevista, cientistas da USP em Ribeirão Preto e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) revelam 3 novas opções de tratamentos que já estão em fase de pesquisa e foram bem sucedidos nos testes com camundongos.

Vantagens

Duas das abordagens não devem comprometer o sistema imunológico, o que é uma grande vantagem sobre os remédios atuais. As explicações vêm de Paulo Louzada, médico reumatologista do Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (Crid) da USP, e Ricardo Xavier, reumatologista da UFRGS.

Entrevista realizada durante o II Simpósio Internacional de Doenças Inflamatórias organizado pelo Crid (http://crid.fmrp.usp.br/)

imagem: By Heiti Paves – Own work, CC BY-SA 3.0

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.