Evento discute espaços culturais de confronto político na América Latina

Especialistas de Brasil, México e Argentina debatem, nos dias 12 e 13 de novembro, a situação atual da imprensa, a indústria cultural, o papel dos intelectuais e as universidades públicas.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Especialistas de Brasil, México e Argentina debatem, nos dias 12 e 13 de novembro, a situação atual da imprensa, a indústria cultural, o papel dos intelectuais e as universidades públicas

O Centro Universitário Maria Antonia, órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, será sede do Seminário Internacional “Espaços Culturais de Confronto Político na América Latina: Brasil, Argentina e México”. O evento acontece nos dias 12 e 13 de novembro e é coordenado pela pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária e socióloga, Maria Arminda do Nascimento Arruda, e pelo professor do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Sérgio Miceli.

O evento contará com três mesas de debates. A primeira delas, Indústria Cultural e Imprensa, abordará os conflitos e contradições atuais pelos quais passam as mídias eletrônica e impressa, seu papel no protagonismo político e cultural e os desafios relacionados ao alcance de leitores e de audiência.

A segunda mesa, Intelectuais Públicos, apresentará uma análise sobre expoentes latino-americanos no âmbito da intelectualidade que se relacionam com a mídia e participam das políticas públicas. Dentre outras, destacam-se as atuações de Marilena Chaui, Fernando Henrique Cardoso, José Arthur Gianotti, Octavio Paz, Enrique Krauze, Halperin Dongui e Beatriz Sarlo.

Já a terceira e última mesa, Universidade, Ciências Humanas, Tensões Institucionais e Disciplinares, discutirá os contenciosos suscitados pelo embate entre ensino público e ensino privado, o perfil social dos novos públicos atendidos pelo sistema universitário e a morfologia dos corpos docente e discente das universidades latino-americanas.

Maria Arminda destaca a oportunidade de discutir tais temas no momento atual. Para ela, “todos os temas incluídos na programação são recorrentes em diversos debates e nas pautas da imprensa, e é importante que a Universidade contribua com um olhar acadêmico e sociológico sobre isso”. Sérgio Miceli ressalta o caráter internacional do Seminário, que conta com debatedores mexicanos e argentinos: “o evento valoriza as relações que a USP tem desenvolvido com a América Latina, em especial México e Argentina, promovendo debates no campo da cultura. Esses três países têm contribuições notáveis e em formas e expressões bastante diversas”.

O evento é gratuito e não são necessárias inscrições prévias. Os interessados devem comparecer ao local com uma hora de antecedência para a retirada de senhas. O Centro Universitário Maria Antonia fica na Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque. Os debates serão em português e espanhol, sem tradução simultânea. Confira, a seguir, a programação completa do evento.

Programação

12 de novembro (quinta-feira)

14h às 14h30 – Sessão de Abertura

Maria Arminda do Nascimento Arruda (Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária/USP)

Sergio Miceli (Organizador do Seminário)

14h30 às 17h30 – Indústria Cultural e Imprensa

Sergio Miceli (Professor Titular de Sociologia da USP)

Mirta Varela (Professora Titular de História dos Meios de Comunicação/Universidade de Buenos Aires/Argentina) – Políticas del star system. Periodistas, medios y Estado en la Argentina reciente

Marcelo Ridenti (Professor Titular de Sociologia/Instituto de Filosofia e Ciências Humanas/Universidade Estadual de Campinas/São Paulo) – A palmatória midiática do Brasil: a hipertrofia de uma imprensa ameaçada

Álvaro Morcillo (Professor no Centro de Investigação e Ensino de Economia/CIDE/Cidade do México)

13 de novembro (sexta-feira)

9h30 às 12h30 – Intelectuais Públicos

Carlos Altamirano (Professor Emérito e Pesquisador/Centro de Historia Intelectual/Universidad Nacional de Quilmes/Argentina)

Jorge Myers (Professor/Centro de Historia Intelectual/Universidad Nacional de Quilmes/Argentina) – Intelectuales en la lid: transitos intelectuales, imágenes de la cultura y sociedad argentina y la lucha por una democracia transfigurada, 1983-2015

Christopher Domínguez Michael (Pesquisador Associado/ El Colegio de México) – Martínez Estrada, Gilberto Freyre y Octavio Paz: fiesta y Revolución

André Singer (Professor Livre-Docente/Departamento de Ciência Política/FFLCH/USP) – A volta dos impasses populistas

14h30 às 17h30 – Universidade, ciências humanas, tensões institucionais e disciplinares

Maria Arminda do Nascimento Arruda (Professora Titular de Sociologia e Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária/USP)

Alejandro Blanco (Professor/Centro de Historia Intelectual/Universidad Nacional de Quilmes/Argentina) – Tradición y innovación: las transformaciones de la sociología en los últimos 30 años

Guillermo Palacios (El Colegio de México) – A Revolução nas Ciências Sociais e as Ciências Sociais na Revolução: México, 1920-1945 e as derivações meio século depois

Ana Maria Fonseca de Almeida (Professora Livre-Docente/Faculdade de Educação/Universidade Estadual de Campinas) – Radiografia do público universitário emergente e alternativas de itinerário acadêmico e profissional

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados