Cientista discute influência da genética na felicidade e no bem-estar

Palestra apresentará estudos com gêmeos no campo da genética comportamental e molecular aplicada ao bem-estar

Por - Editorias: Ciências
Palestra será apresentada pela professora Meike Bartels, da Vrije Universiteit Amsterdam (clique para ver o cartaz completo)

A próxima edição do evento USP Lectures promoverá uma palestra apresentada pela pesquisadora Meike Bartels, da Vrije Universiteit Amsterdam (VU), que realizou estudo com base em pesquisa empírica com gêmeos, metanálises e evidências genéticas, tentando desvendar o quanto há de influência da herança genética sobre a felicidade e o bem-estar.

Meike Bartels realiza e supervisiona pesquisas visando a compreender as fontes subjacentes a variações individuais em felicidade e bem-estar subjetivo e sua sobreposição com psicopatologia. Ela apresentará sua trajetória como pesquisadora buscando explicar diferenças em felicidade e bem-estar (hedônico e eudaimônico) entre as pessoas. Discutirá ainda as implicações desse conhecimento e da abordagem de pesquisa utilizada, que, em vez de focalizar a doença, focaliza a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas. Sabe-se, por exemplo, que bem-estar prediz longevidade em populações saudáveis e que o efeito positivo observado é de magnitude similar ao efeito negativo do tabagismo.

A conferência será proferida em inglês, sem tradução simultânea, no dia 16 de maio, às 14 horas, na Reitoria da USP. Não é necessária inscrição prévia e haverá emissão de certificados para os presentes.

Com informações da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) da USP

Textos relacionados