Revista de paisagismo traz artigo sobre população da várzea amazônica

Publicação da USP também apresenta estudo histórico sobre jardins orientais e ocidentais

Por - Editorias: Ciências Humanas
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Já está disponível para leitura online a nova edição da revista Paisagem e Ambiente (número 40, 2017). Publicação semestral da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, a Paisagem e Ambiente se dedica a divulgar pesquisas, projetos e estudos sobre o paisagismo, em seus diversos campos de atuação. 

Fortaleza de Alhambra: jardim persa localizado na Espanha – Foto: Wikimedia Common

No volume mais recente, o leitor vai encontrar 7 artigos, divididos em seções temáticas específicas do paisagismo. A seção História, por exemplo, traz o texto de Cintia Maria Afonso, Jardins do ocidente e do oriente: ordenamento ou recriação da paisagem, em que a autora retoma as origens históricas do paisagismo, para analisar as estruturas padrões de jardins ocidentais e orientais, identificando semelhanças, adaptações e variações com o tempo. 

Já na seção Meio Ambiente, o artigo Análise da percepção ambiental dos moradores de área de várzea urbana de uma pequena cidade do estuário do Rio Amazonas, de Ivan Gomes Oliveira e Sandra Maria Fonseca da Costa, mostra os conflitos e contradições da população que vive em uma área de várzea amazônica, na cidade de Ponta de Pedras. Entre os entrevistados para o artigo, 70% nasceram na região e apresentam forte identidade com o local onde moram e mais de 78% descartam esgotos sanitários diretamente nos rios e não consideram esta prática um problema ambiental.

Todas as edições da revista Paisagem e Ambiente estão disponíveis na íntegra no site do Portal de Revistas USP, uma biblioteca digital das revistas publicadas pelas unidades e núcleos de ensino e pesquisa da USP.

Mais informações: e-mail ssmduck@usp.br

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados