Lançada cartografia atualizada da rede hidrográfica metropolitana

O Centro de Estudos da Metrópole disponibilizou uma nova base cartográfica da hidrografia da Região Metropolitana de São Paulo

Por - Editorias: Ciências Humanas
Carta da Região Metropolitana de São Paulo – Mapa: CEM

Passa a integrar o conjunto de dados georreferenciados do Centro de Estudos da Metrópole (CEM) a base produzida sob a coordenação do geógrafo José Donizete Cazzolato que retrata cartograficamente a rede hidrográfica na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Os dois arquivos disponibilizados entre 2016 e 2017 pela equipe de Transferência do CEM estão compostos de bases elaboradas a partir de outras existentes, e compatíveis com a escala 1:10.000, buscando a complementação do acervo cartográfico à disposição do usuário e visitante do site do centro.

Complementa as bases o Dicionário de hidrografia, que incorpora a explicação sobre o trabalho de cartografia realizado pelo pesquisador, incluindo a representação dos elementos hidrográficos, bem como a designação, denominação e articulação, além das explicações referentes às fontes, trazendo ainda o Dicionário das variáveis.

Hidrografia

A conceituação geográfica de hidrografia reconhece dois tipos básicos de fenômenos nas superfícies continentais: cursos d’água (rios, córregos, canais) e corpos d’água (lagos e reservatórios). Em geoprocessamento, os cursos d’água são usualmente fenômenos lineares, enquanto os corpos d’água constituem polígonos (áreas). A identificação dos arquivos CEM de hidrografia indica essa condição: HidrL (L=linha), onde estão os rios, e HidrA (A=área), onde estão os reservatórios.

A carta pode ser acessada mediante cadastro gratuito na página do Centro de Estudos da Metrópole, que é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) sediado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Mais informações: site http://web.fflch.usp.br/centrodametropole

Textos relacionados