“Minieclipse”: público poderá ver passagem de Mercúrio com orientação de astrônomos

Monitores do IAG vão orientar os interessados em acompanhar a passagem do planeta pelo Sol, que também poderá ser vista em vídeo e em projeções solares

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP vai acompanhar a passagem do planeta Mercúrio pelo Sol, que acontecerá no próximo dia 9, a partir das 8h13 da manhã. Na praça em frente à entrada principal do IAG serão colocados telescópios com filtros solares para observar o fenômeno, conhecido como “Trânsito de Mercúrio”, que deverá se estender até às 15h42 da tarde. Monitores do IAG vão orientar os interessados em acompanhar a passagem do planeta pelo Sol, que também poderá ser vista em vídeo e em projeções solares

Passagem do planeta Mercúrio pelo Sol em 2006 - Foto: Christopher Go/Cebu Philippines
Passagem do planeta Mercúrio pelo Sol em 2006 – Foto: Christopher Go/Cebu Philippines

A professora Elysandra F. Cypriano, do IAG, que coordena a atividade, explica que Mercúrio é o planeta do sistema solar mais próximo do Sol, localizado a uma distância média de 58,4 milhões de quilômetros (km), ou 0,4 Unidade Astronômica (UA). A Terra, que é o terceiro planeta mais próximo do Sol, está a uma distância de 149, 6 milhões de km, ou 1 UA. “Assim como a Terra, Mercúrio gira em torno do Sol, mas faz uma órbita interna à do nosso planeta”, afirma. “Por isso, em alguns momentos, é possível observar da Terra a sua passagem pelo sol”.

“Geralmente, o Trânsito ocorre em maio ou novembro, cerca de 13 vezes por século, e a visibilidade depende do lado da Terra que estiver exposto ao Sol no momento da passagem”, conta a professora.

Girando em torno do Sol, Mercúrio passará na frente do disco solar, como se fosse um mini-eclipse, embora a denominação oficial do fenômeno seja Trânsito de Mercúrio

“O Brasil terá uma visão privilegiada de todo esse trânsito, desde o início até o final, pois o Sol está acima do horizonte durante todo o período”, afirma Elysandra. “Durante o trânsito, os observadores verão um pequeno círculo preto passando pelo Sol”.

Mapa de visibilidade do Trânsito de Mercúrio em 09 de maio de 2016 / Divulgação
Mapa de visibilidade do Trânsito de Mercúrio em 09 de maio de 2016 / Divulgação

.
A partir das 8 horas do dia 9 de maio, o IAG vai disponibilizar telescópios com filtros solares para o acompanhamento do Trânsito de Mercúrio pelo Sol. “Os filtros são necessários porque não é recomendado olhar diretamente para o Sol”, observa Elysandra. “Se não houver uma proteção adequada, a exposição aos raios solares pode provocar cegueira permanente”.

Também para evitar que os observadores encarem o Sol diretamente, durante a observação serão feitas projeções da imagem do Sol captada por luneta em um anteparo. Como há a possibilidade do céu ficar encoberto em alguns momentos, também haverá no local um monitor de televisão que exibirá as imagens do Trânsito de Mercúrio captadas por satélite pela Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos. O IAG está localizado na Rua do Matão, 1.226, Cidade Universitária, São Paulo.

Chuva de meteoros também acontece em maio

Maio será um mês favorável para quem gosta de observar o céu. Sexta-feira, dia 6, uma chuva de meteoros acontece durante a madrugada. A Eta Aquaridas 2016 deve ser uma das mais intensas do ano. São esperados cerca de 30 meteoros por hora. O astrônomo Roberto Costa conversou com a repórter da Rádio USP Marcia Avanza sobre os fenômenos. Ouça a seguir:

logo_radiousp

Mais informações: site www.iag.usp.br/evento/dia-mercuriano

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados