Grupo de logística da USP integra consórcio internacional para combater desperdício de alimentos

ESALQ-LOG, da USP em Piracicaba, irá auxiliar com estudos de processos logísticos que podem reduzir as perdas no setor

ESALQ-LOG irá auxiliar no estudo de processos logísticos necessários para que as perdas sejam minimizadas – Foto: R. Motti/Visualhunt-CC

.

Os problemas que envolvem a perda e o desperdício de alimentos afetam tanto empresas e produtores como a população como um todo. Com o intuito de melhorar tal situação, diversos centros de pesquisa se uniram para criar o Consortium for Innovation in Post-Harvest Loss & Food Waste Reduction (Consórcio para Inovação em Perda Pós-Colheita e Redução de Desperdício de Alimentos). O objetivo é realizar estudos para reduzir as perdas de alimentos no mundo. O projeto é dividido entre fases de identificação, planejamento e execução, em que também devem atuar especialistas e empresários dos setores público e privado.

A iniciativa tem como principais apoiadores a Foundation for Food and Agriculture Research (EUA) e a Rockefeller Foundation (EUA), sendo as universidades participantes a Iowa State University (EUA), University of Maryland (EUA), Wageningen University and Research (Holanda), Volcani Center (Israel), Zamorano University (Honduras), Stellenbosch University (África do Sul), University of Nairóbi (Quênia), Kwame Nkrumah University of Science and Technologye (Gana) e USP, representada pelo Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística Agroindustrial – ESALQ-LOG, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba.

.

A Iowa State University é uma das instituições participantes do consórcio – Foto: Fernando Rocha

.

Segundo o professor José Vicente Caixeta Filho, coordenador do grupo ESALQ-LOG, o convite para o grupo da USP participar do projeto aconteceu em 2017, quando fez uma viagem para a Iowa State University (EUA). Entre a proposta de parceria ser aceita e o efetivo início foram aproximadamente dois anos.

 

+ Mais

Métodos criados no ESALQ-LOG subsidiarão política de preços no transporte de cargas

Pesquisa quantifica perdas logísticas de soja e milho no Brasil

O coordenador explica que, no início, o projeto teve como foco estudar os países africanos e analisar as perdas nesse continente. “Com o desenvolvimento das atividades, optou-se por realizar um estudo mais amplo, com pesquisas voltadas ao Brasil, ao México e a países da América Central. E o papel do grupo ESALQ-LOG é auxiliar nos processos logísticos necessários para que essas perdas sejam minimizadas”, explica Caixeta.

De acordo com o professor, participar de projetos com essa relevância é de extrema importância, inclusive pela inserção no continente africano, que é algo novo para o grupo. Além disso, a parceria com instituições de renome dos Estados Unidos como a Iowa State University e o israelense Vocalni Center traz um forte respaldo ao trabalho. “É muito interessante fazer algo efetivamente aplicado principalmente para populações mais carentes, com problemas claros de gerenciamento de fluxo de mercadorias, implicando perdas físicas bastante elevadas”, ressalta Caixeta. A previsão para a duração da parceria é de três anos, com possibilidade de renovação.

Amanda Wendland, da Assessoria de Imprensa do grupo ESALQ-LOG

Mais informações sobre as atividades do Consórcio podem ser obtidas em reducephl.com

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.