Antioxidante natural conservou melhor carne de cordeiro

Pesquisa elabora extrato de orégano em substituição ao conservante químico mais utilizado pela indústria alimentícia. Os resultados mostraram que, na carne de cordeiro, o extrato natural conservou melhor e por mais tempo.

Editorias: Ciências - URL Curta: jornal.usp.br/?p=242396

Pesquisadores da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo desenvolveram um extrato de orégano como alternativa natural de conservação de hambúrgueres feitos com carne de cordeiro. A pesquisa de Rafaella Paseto e equipe mostrou que o extrato desse tempero substitui bem o conservante químico mais usado pela indústria alimentícia: o eritorbato de sódio.

 

Alternativa Natural

O estudo, publicado na Revista Food Chemistry, em abril de 2017, aponta que o extrato natural chegou a apresentar concentrações 15 vezes maiores de “estabilidade oxidativa” em comparação ao antioxidante sintético. Isto é: aumentou o prazo de validade do produto e diminuiu a descoloração da carne – uma das etapas do processo de oxidação lipídica.

Além do incentivo ao uso de produtos mais saudáveis, Paseto, que é primeira autora do artigo, conta que utilizou partes menos nobres da carne de cordeiro, buscando estimular a ovinocultura e o maior aproveitamento da carne.

 

Produção: Núcleo de Divulgação Científica
Reportagem: Tabita Said, Fabiana Mariz. Edição: Isabella Yoshimura e Alan Petrillo.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.