Série “Energia” explica o que é o horário de verão e as consequências para a economia 

A produção é do professor Fernando de Lima Caneppele, da FZEA em Pirassununga, com coprodução da Rádio USP Ribeirão

 Publicado: 29/09/2021

Na série Energia desta semana o assunto é horário de verão, que foi adotado no Brasil inicialmente no início dos anos 30 do século passado e foi suspenso pelo atual governo, mas essa não foi a única interrupção. Houve diversos períodos intermitentes e a última grande sequência em que foi adotado foi de 1985/1986 até 2018/2019 quando foi extinto. Com a atual crise hídrica e a escassez de água para encher os reservatórios das usinas hidrelétricas, o assunto voltou à tona.

Para entender melhor, o horário de verão funciona da seguinte maneira: No início do horário de verão, os relógios são adiantados em 1 hora, a partir da meia-noite da data de início, ou seja, quando os relógios marcarem 0h, deverão ser adiantados para 1h.

No término do horário de verão, os relógios são atrasados em 1 hora, quando for meia-noite da data de término, ou seja, quando os relógios marcarem meia-noite, deverão ser atrasados para 23h.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, o principal objetivo da adoção do horário de verão é garantir o melhor aproveitamento da energia solar em relação à energia elétrica, ou seja, estende-se o período em que há luz natural e assim espera-se que haja diminuição no consumo de energia entre 18 e 21 horas. 

Entenda mais sobre o horário de verão na série Energia, que vai ao ar às sextas-feiras no Jornal da USP no Ar – Edição Regional. Quem explica direitinho é o engenheiro eletricista Fernando de Lima Caneppele, especialista em Energias Renováveis e professor da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos de Pirassununga (FZEA) da USP.

Energia tem produção e apresentação do professor Fernando de Lima Caneppele (FZEA), coprodução de Ferraz Junior e edição da Rádio USP Ribeirão. Você pode sintonizar a Rádio USP Ribeirão Preto em FM 107,9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS . 

Ouça no player acima o episódio na íntegra sobre horário de verão e aqui, o primeiro episódio sobre bandeiras tarifárias. 

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.