Novo grupo do IEA-RP vai atuar em prospecção e avaliação tecnológica

Pesquisadores pretendem estimular desenvolvimento de tecnologias competitivas e incentivar a cooperação entre empresas e a comunidade científica

 28/10/2020 - Publicado há 11 meses
Por
O vice-coordenador do grupo, Cristiano Gonçalves Pereira (Instituto Butantan) e a coordenadora Geciane Porto (FEA-RP)

O Instituto de Estudos Avançados-Polo Ribeirão Preto da USP ganhou mais um grupo de pesquisadores neste mês de outubro. O Grupo de Pesquisa sobre Prospecção e Avaliação Tecnológica vai focar sua atuação no desenvolvimento e aprimoramento de modelos de análise de tendências tecnológicas e metodologias para mensurar indicadores técnicos e financeiros para patentes e empresas de base tecnológica.

Coordenado pela docente da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USPGeciane Porto, o grupo espera identificar oportunidades tanto para empresas quanto para instituições de ciência e tecnologia (ICTs) nacionais desenvolverem tecnologias competitivas em suas respectivas áreas. Os pesquisadores pretendem, ainda, identificar parceiros tecnológicos para as empresas nacionais, de forma a incentivar a cooperação delas com a comunidade científica.

A criação do grupo vem atender a um gargalo científico, já que, embora esses estudos contribuam com o trabalho de planejamento e gestão de portfólio de pesquisas, ainda são poucos os grupos que se dedicam a estudar o tema.

Para saber mais informações sobre o grupo, clique aqui.

Para receber as notícias dos eventos e atividades entre em nosso canal do Telegram: https://t.me/iearp


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.