Impacto da pandemia no ativismo decolonial é tema de webinário

Será on-line, no dia 23 de novembro às 14h.

 Publicado: 18/11/2021
Por

No dia 23 de novembro, às 14h, a Universidade de Surrey e a Universidade de São Paulo promovem o primeiro evento Decolonial Activism in Santiago de Compostela during COVID-19.

O evento é parte de uma série de webinários do projeto de cooperação internacional Women’s (Im)Mobility in Times of Crisis, financiado pela University Global Partnership Network (UGPN) que conta com pesquisadoras da Universidade de Surrey (Reino Unido) e da USP.

Liderado pela professora Catherine Barbour, pela Universidade de Surrey participam também as professoras Lucy Bell, Amy Louise Morgan, Vicki Harman e Emily Setty; e, pela USP, as professoras Marilene Proença Rebello de Souza (IP), Cynthia Soares Carneiro (FDRP) e Violeta Sun (EACH).

Aranxa Vicens e Jéssica Azevedo, integrantes do coletivo galego Resistencia en Terra Allea (Resistência em uma Terra Estrangeira), serão ouvidas no primeiro evento da série e farão um panorama das experiências de migrantes e racializados durante a primeira onda da pandemia causada pela covid-19.

As palestrantes vão debater sobre o que aconteceu em Santiago de Compostela durante esse período, como foi se engajar no ativismo enquanto estavam em quarentena, qual foi o papel da saúde mental em meio a esse caos e onde isso deixou as pessoas racializadas e migrantes. Essas e muitas outras questões serão discutidas com o objetivo de compartilhar, adquirir conhecimento e construir junto com outros colegas.

É gratuito, aberto ao público e on-line. Será apresentado ao vivo de Santiago de Compostela, Espanha, em galego com tradução simultânea para o português e inglês.

Para participar, basta fazer sua inscrição aqui.

Por: Maria Clara Rodrigues


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.