Evento aborda os efeitos de microplásticos atmosféricos na saúde

Será on-line no dia 18 de junho às 14h, com uma abordagem geral, sobre os efeitos na saúde e os impactos da pandemia na produção desse material

 16/06/2021 - Publicado há 4 meses
Por

A produção e o uso de plásticos vêm crescendo rapidamente nos últimos 50 anos, contribuindo por exemplo para melhorias na saúde por meio de equipamentos médicos descartáveis. Contudo, o descarte correto desses materiais ainda é um problema, pois os resíduos plásticos podem se degradar ou decompor formando micro e nanoplásticos. 

Para abordar os diferentes efeitos desse material na saúde humana, o Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ), da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP promove no dia 18 de junho, às 14h, a palestra Microplásticos atmosféricos: uma abordagem geral, seus efeitos na saúde e o impacto da pandemia de COVID-19, com a professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Roberta Cerasi Urban. 

Impactos da pandemia

Em 2017, cerca de 300 milhões de toneladas de plásticos foram produzidos em todo o mundo, de acordo com um relatório publicado pelo Conselho Americano de Química em 2019, isso deve acarretar 756 milhões de toneladas de resíduos plásticos depositados no ambiente até 2050. A grande geração de resíduos e a resistência à degradação podem tornar os micro e nanoplásticos um risco à saúde humana e ao meio ambiente. Estudos que reportaram a presença de microplásticos na atmosfera já foram realizados em todo o mundo, comprovando que podem ser emitidos por diversas fontes, tornando os seres humanos expostos a estes por inalação, ingestão de alimentos e água, e contato dérmico.

Em 2020, o vírus SARS-CoV-2 fez crescer a demanda por equipamentos de proteção individuais, e a má gestão destes materiais está resultando em contaminação ambiental plástica generalizada. A pandemia também contribuiu para a reversão de algumas proibições de plásticos de uso único.  “Por outro lado, o uso de máscaras faciais para a diminuição do contágio pelo vírus também ocasionou a redução da exposição dos seres humanos aos microplásticos por inalação em até 25,5 vezes, evidenciando, portanto, que há necessidade de mais estudos sobre o tema”, relatam os organizadores. 

Não é necessário realizar inscrição prévia, mas alunos do PPGQ devem acessar o evento por aqui.  Os demais participantes podem acessar por aqui

Para mais informações: dq-pg-quimica@ffclrp.usp.br


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.