Contação de histórias para crianças ajuda no isolamento social

A professora Aline Aceituno da Costa, da FOB, diz que é importante motivar as crianças ao hábito de leitura de forma sincera e conectada

Quem está com crianças em casa nestes tempos de pandemia e isolamento social sabe o quanto é importante usar da criatividade para deixar mais agradável e motivador este convívio. 

Foi pensando nisso que a pesquisadora Aline Aceituno da Costa, professora do curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP, colocou em prática seus estudos e a sua própria experiência pessoal para fazer da contação de histórias uma aliada na aquisição do hábito de leitura junto aos pequeninos.  

“A contação de histórias e a leitura individual nos conectam com universos seguros, porque podemos voltar a eles sempre que queremos. E a cada retorno, a cada vez que revisitamos uma história, lendo ou ouvindo, temos novas aprendizagens”, explica. 

Para ela, a realização dessa experiência durante o período de isolamento, “com certeza vai perdurar na vida da criança. Mesmo em realidades familiares e de outros ambientes sem hábitos de leitura, começar a contar uma história promove ganhos, inclusive para a família e envolvidos, ainda que inicialmente tímidos. Depois passam a gostar, a dar sentido”, garante. 

Os estudos da pesquisadora se originaram no seu trabalho com a comunicação infantil, oral e escrita, em busca de novos conhecimentos. Aline, no entanto, faz um alerta. “Nada disso vai funcionar se não houver sinceridade na vontade de quem conta, em estar inteiro, conectado com a criança.”

Por Luis Victorelli, da Assessoria de Comunicação da FOB-USP

Ouça no player acima a entrevista completa da professora Aline Aceituno da Costa ao Jornal da USP no Ar – Edição Regional.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.