Wisnik fala da mudança de conceito de cidades para pós-urbanas

“Há motivos para se pensar o retorno da aldeia hoje como uma prática positiva”

 10/11/2016 - Publicado há 5 anos  Atualizado: 31/03/2017 as 19:18

cab_wisnik

logo_radiousp_790px

Foto: Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas
Foto: Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas

A partir de conceitos elaborados pela filósofa Hanna Arendt no livro A Condição Humana, Guilherme Wisnik trata das mudanças de paradigma em um mundo em constante mutação, que não mais admite o antigo conceito de cidade, substituindo-o pelo conceito de pós-urbano. O que se tem hoje são cidades difusas, dispersas, esparsas, em um mundo inteiramente urbanizado, em torno do qual é possível repensar o próprio conceito de “aldeia global”, lançado pelo filósofo canadense Marshall McLuhan.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.