Viagem ao Nordeste revela realidade de 1968

Aos 8 anos de idade, colunista conheceu um outro Brasil

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Uma viagem sertão adentro, atravessando o Nordeste brasileiro, visto pela janela do fusquinha em 1968. Foi assim que o professor Gilson Schwartz descobriu que havia fome, miséria e diferenças no mundo. Aos 8 anos de idade, o colunista já tinha lançado um jornal e fazia teatro no Ginásio Israelita Brasileiro Scholem Aleichem, no coração do Bom Retiro. Ali, ele vivia o começo de uma consciência libertária, crítica e profundamente brasileira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados