Veganos devem ter mais cuidado no consumo de proteínas de origem vegetal

Por outro lado, há dietas que abusam do consumo de proteínas, como a adotada por frequentadores de academias

Carne, ovos, leite, legumes, grãos. Não importa de onde venham, as proteínas são essenciais ao corpo humano. Elas são formadas por conjuntos de aminoácidos ligados entre si que produzem proteínas em nossos músculos, hormônios e outros órgãos. Podemos classificar as proteínas em dois tipos principais: as fibrosas e as globulares. Nas fibrosas, as cadeias polipeptídicas estão enroladas entre si, como se fossem uma corda. Como exemplo, podemos citar a queratina, proteína presente nas unhas e cabelos. Já nas proteínas globulares, as cadeias polipeptídicas se dobram em uma forma mais ou menos esférica e podem ser encontradas  nos anticorpos e enzimas.
O corpo humano precisa de aproximadamente 0,8 grama por quilo, ou seja, uma pessoa com 70 quilos vai necessitar de aproximadamente 150 gramas de proteína por dia, o que dá um bifinho de carne vermelha, ave ou peixe. Os veganos devem ter mais cuidado no consumo de proteína obtida dos vegetais. O ideal é um acompanhamento nutricional para que não haja uma deficiência no organismo.
O médico José Ernesto dos Santos, colaborador do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, diz que são necessários cuidados com os modismos. Há dietas que abusam do consumo de proteínas, como algumas seguidas por frequentadores de academias, que chegam a consumir 10, 12 ovos por dia. “Essa ingestão por um, dois meses não é um problema, mas a longo prazo pode causar excesso de colesterol no organismo”, diz  o médico. Ele lembra que a proteína é fundamental para manter o equilíbrio nutricional. “Pessoas com defeito de absorção por doenças intestinais sofrem para manter sua saúde em dia, porque, mesmo ingerindo proteína diariamente, ela é mal absorvida, o que causa desnutrição proteica.”
Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da matéria.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.