Varizes esofágicas requerem atenção aos sintomas e aos riscos

Fernanda Fernandes Souza diz que as hepatites C e B , o consumo exagerado de álcool e a conhecida “gordura no fígado” são algumas das principais causas do problema

 24/08/2022 - Publicado há 1 mês
Por
O sangramento digestivo é uma das piores complicações que a pessoa pode ter    – Foto: Steven Fruitsmaak via Wikimedia Commons/CC BY-SA 3.0

Você já ouviu falar em varizes esofágicas? Elas ocorrem quando os vasos sanguíneos do esôfago, que é o tubo que conecta a boca ao estômago, ficam dilatados, podendo provocar sangramento.  A gastroenterologista Fernanda Fernandes Souza, professora da Divisão de Gastroenterologia do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, explica que essas varizes surgem quando os vasos sanguíneos do esôfago se  rompem sob pressão na veia, em decorrência de  cirrose hepática. 

Fernanda Fernandes Souza – Foro: Reprodução/ Youtube

As hepatites C e B , o consumo exagerado de álcool e a conhecida “gordura no fígado” são algumas das principais causas das varizes no esôfago. O sangramento digestivo é uma das piores complicações que a pessoa pode ter: os primeiros sintomas visíveis são vômitos com sangue e fezes escurecidas, segundo Fernanda. 

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é confirmado com exames de imagem e, quanto mais precoce, maior a possibilidade de evitar complicações.

O tratamento utilizado para prevenir o sangramento das varizes do esôfago depende da gravidade do problema, mas em geral são usados medicamentos betabloqueadores e, em casos mais graves, se recorre à cirurgia. 


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.