VAR, a grande revolução da Copa da Rússia

O Árbitro Assistente de Vídeo inseriu o futebol na era das imagens instantâneas

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
  • 8
  •  
  • 1
  •  
  •  
Coletiva de imprensa promovida pela Conmebol para explicar o sistema de Ábitro de Vídeo – Foto: Divulgação / Lucas Uebel / Grêmio / FBPA via Fotos Públicas / CC BY-NC 2.0

O VAR, Árbitro Assistente de Vídeo, talvez tenha sido a maior novidade da Copa do Mundo na Rússia, por ter inserido o futebol na era das imagens instantâneas, que podem redefinir lances decisivos e polêmicos. A tecnologia é relativamente simples: câmeras espalhadas por todo o campo, registrando as situações de jogo. Longe dali, em um local isolado, assistentes de vídeo acompanham as imagens. E a comunicação com o juiz é via de mão dupla: tanto o árbitro pode acionar o VAR quanto o VAR pode ver um pênalti e alertar o juiz sobre o lance.

Por mais simples que a nova tecnologia seja, teve de enfrentar o conservadorismo da Fifa, a entidade maior do futebol mundial. A Rádio USP ouviu a respeito do VAR o professor Ary José Rocco Júnior, coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Marketing e Comunicação no Esporte.

  • 8
  •  
  • 1
  •  
  •  

Textos relacionados