USP participa da revisão da tabela de fretes a pedido do governo federal

O grupo recebe e aprimora sugestões para a tabela que será divulgada em julho

 21/02/2019 - Publicado há 3 anos
Por

A USP está elaborando alterações na metodologia de cálculo da tabela de frete mínimo, que foi criada de maneira rápida, em razão da greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio de 2018. Um grupo da Universidade pretende reduzir as distorções da atual tabela a pedido da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres. O engenheiro e coordenador técnico do grupo Esalq-LOG, Thiago Guilherme Péra, explica o trabalho que está sendo desenvolvido. O professor sênior da Poli USP, Nicolau Gualda, coordenador do Laboratório de Planejamento e Operações de Transportes, também se pronuncia a respeito do tema.

Estamos compartilhando o link para o Questionário para Coleta de Dados para a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas, promovido pelo Grupo Esalq-LOG e ANTT, objetivando coletar informações para compor os indicadores técnicos e operacionais do custo operacional total na formulação do piso mínimo de frete no transporte rodoviário de cargas. É importante destacar que a divulgação dessas informações não terá caráter de atualização do RNTRC. Link para o questionário: https://goo.gl/forms/FoPMmYij1Rxxvia72

As informações coletadas nesse questionário serão sigilosas e em nenhum momento serão divulgadas, identificando nominalmente os entrevistados. O tempo estimado de resposta é de 15 a 22 minutos. É possível realizar a divulgação dos dados em versões de planilhas ou demais documentos. Encaminhe tais informações para o seguinte endereço eletrônico: esalqlog@esalqlog.esalq.usp.br

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.