USP lança questionário para conhecer melhor sua comunidade

A iniciativa é da Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento que utilizará as informações obtidas para definir novas propostas e políticas afirmativas

 23/08/2022 - Publicado há 1 mês  Atualizado: 29/08/2022 as 18:28
Por
Fotomontagem com imagens de Freepik por Adrielly Kilryann/Jornal da USP

 

A Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento (PRIP) lançou hoje, dia 23 de agosto, um questionário direcionado a toda comunidade da USP – docentes, servidores e estudantes – com perguntas sobre a vivência acadêmica e profissional, a percepção sobre os ambientes institucionais da Universidade, experiências envolvendo algum tipo de discriminação ou comportamento intimidador, saúde mental, pertencimento e outras questões.

Ana Lúcia Duarte Lanna – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

“O que nos motivou a desenvolver o questionário foi a constatação de que precisamos ampliar e consolidar as políticas afirmativas na Universidade, mas sabíamos pouco sobre como a comunidade reconhece os ambientes dos quais ela faz parte e quais são suas expectativas”, afirma a pró-reitora de Inclusão e Pertencimento, Ana Lúcia Duarte Lanna.

O link para responder o questionário foi encaminhado para o e-mail institucional de toda a comunidade USP e ficará disponível até o dia 18 de setembro. O tempo estimado para responder a pesquisa é de aproximadamente 20 minutos. As informações prestadas são confidenciais e não serão divulgadas.

“O questionário tem o objetivo de nos informar, de criar um canal de escuta qualificado que possibilite elaborar políticas e melhorar as condições de inclusão e pertencimento. Trazer a diversidade para dentro da USP e criar condições de permanência e do reconhecimento dessa permanência. Por isso, a participação de todos é fundamental”, reforça a pró-reitora.

Inclusão e Pertencimento

O “Questionário PRIP: Inclusão e Pertencimento na USP” é uma das primeiras ações de amplo alcance da PRIP voltadas para a comunidade interna.

Criada em maio deste ano, a Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento centralizará e coordenará as ações da Universidade voltadas para as políticas afirmativas e de permanência, agregando-as às atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão.

“A criação da PRIP foi um reconhecimento de que a Universidade estava passando por uma grande transformação no perfil de seus alunos, docentes e servidores, e de que a diversidade é um tema central na sociedade brasileira e no mundo como um todo. Foi um esforço de reunir as diversas iniciativas da USP, incrementá-las e de construir novas perspectivas e novas políticas afirmativas”, explica Ana Lanna.

Atuando em questões étnico-raciais, culturais, socioeconômicas, de gênero, de saúde mental, de deficiências, de memória e de direitos humanos, a PRIP deverá propor ações para criar oportunidades de mais igualdade e convergência na Universidade e estimular uma cultura pautada pelo respeito e valorização da diversidade.

A nova Pró-Reitoria está sendo estruturada em cinco áreas – Vida no campus; Saúde mental e bem-estar social; Mulheres, relações étnico-raciais e diversidades; Formação e vida profissional; e Direitos Humanos e políticas de reparação, memória e justiça.

+ Mais

USP define critérios de atuação da Comissão de Heteroidentificação no vestibular

Além do questionário, a PRIP já foi responsável pela definição dos critérios de atuação da Comissão de Heteroidentificação, que averiguará a autodeclaração dos candidatos convocados para a matrícula na modalidade de vagas reservadas para política de ações afirmativas para pretos e pardos. A Comissão de Heteroidentificação atuará já no próximo vestibular.

Outra ação, prevista para setembro, é o lançamento do edital do programa de pós-doutoramento para pesquisadoras negras, em todas as áreas do conhecimento.

Rádio USP


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.