USP e universidades do Pará desvendam Amazônia contemporânea

Convênio com instituições paraenses formará 22 doutores em geografia na Amazônia, gerando estudos sobre o bioma

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O curso de Pós-Graduação em Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP promove o seminário de pesquisa Amazônia Contemporânea: Conflitos e Perspectivas. A atividade faz parte do Doutorado Interinstitucional entre a USP e universidades da Amazônia. No evento, 21 trabalhos serão apresentados, representando um mosaico das múltiplas realidades da região. A Amazônia representa mais de 50% do território nacional, abriga a maior biodiversidade do planeta e é o principal banco de genoma do mundo. Em entrevista ao Jornal da USP no Ar, Wagner Costa Ribeiro, professor do Departamento de Geografia da FFLCH, coordenador do programa de Doutorado Interinstitucional da USP e organizador do evento, falou sobre o seminário.

Ele conta que o convênio da USP com a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), em conjunto com a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e com o Instituto Federal de Tecnologia do Pará (IFPA), opera esse doutorado que consiste em formar 22 doutores em geografia na Amazônia, o que representa um impulso bastante importante para as pesquisas e para a implementação e qualificação dos profissionais dessas instituições.

Segundo o professor, a USP tem uma tradição importante em pesquisas direcionadas à Amazônia. Recentemente, eles conseguiram aprofundar pesquisas em cursos na área de geografia, voltadas para conflitos envolvendo questões agrárias, acesso e problemas que a mineração desorganizada gera e trabalhos importantes envolvendo povos originários, nesse caso tratando principalmente da educação indígena. “Isso é importante para estreitar relações com instituições recém-criadas na Amazônia, o que permite manter uma rede de pesquisa na qual a USP estará atuando em parceria para desvendar os mistérios da Amazônia e suas diversas peculiaridades”, comenta.

O seminário acontecerá nos dias 22 e 23 de outubro e será aberto a todo o público. A inscrição só é necessária para quem tem interesse em certificado. Você pode conferir a programação completa no site do evento.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados