Uso da voz em aparelhos eletrônicos se fará cada vez mais presente

Esse tipo de tecnologia tem capacidade de ser adaptado para qualquer aparelho que demande uma ação humana

Luli Radfahrer comenta, na coluna desta semana, que os assistentes pessoais em aparelhos eletrônicos são uma nova etapa da interface. Segundo ele, “o que a gente vai ver no futuro próximo é voz cada vez mais presente”, isto é, em breve as pessoas não vão mais interagir com as máquinas por meio de teclas. Fica sugerido que essa tecnologia tem a capacidade de progredir para qualquer aparelho que demande uma ação humana.

Nesse cenário, há vantagens e desvantagens. Como cada um tem uma assinatura vocal muito característica, o colunista acredita que o uso da voz nos equipamentos pode melhorar a segurança. Por outro lado, ele afirma que a privacidade pode ficar ainda mais reduzida e a dependência do humano em relação à tecnologia pode aumentar.

Confira a íntegra da coluna Datacracia no player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •