Universidade pública tem papel social, intelectual e econômico

Para ex-presidente do CNPq, acreditar que a USP é da elite é ignorar propósito e realidade da Universidade

jorusp

Repensar a Universidade – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

A série Porquê da Universidade Pública analisa com pesquisadores, especialistas da área da educação, ex-reitores da USP, a Universidade como lugar da pesquisa científica e de desenvolvimento para a sociedade, a Universidade como espaço público de ideias e, para isso, a fundamental importância de sua autonomia. Desta vez, o Jornal da USP no Ar conversa sobre o assunto com o professor Hernan Chaimovich, do Instituto de Química (IQ), que foi pró-reitor de Pesquisa e Extensão da USP e presidente do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

De acordo com o ex-pró-reitor da USP, as universidades públicas têm uma missão que compreende formar pessoas capacitadas para alavancar um País inteiro. Além disso, as universidades públicas, “especialmente no Brasil, têm uma responsabilidade única de produzir conhecimentos e fazer com que esses conhecimentos tragam benefício social, intelectual e econômico para a sociedade”. Ele diz que essas duas responsabilidades bastariam para colocar a Universidade como um dos pilares da sociedade brasileira, e ressalta que o termo universidade pública não diz respeito à gratuidade: “Não é gratuita, porque é paga pelos contribuintes do País todo. E, portanto, essa transferência de fundos para construir uma responsabilidade requer um equilíbrio que precisa ser mantido com absoluta autonomia da Universidade”.

Para o ex-presidente do CNPq, acreditar que a USP é da elite é ignorar a composição, propósito e realidade da Universidade de São Paulo. Ele afirma que o conhecimento produzido pela Universidade modifica a cultura, a inteligência e a condição de uma sociedade inteira, além de alterar o tipo de metodologia e técnica utilizado nos meios de produção e, assim, produzir emprego. “De que elite estamos falando? Elite do quê? Elite das pessoas que tenham a responsabilidade de mudar a sociedade brasileira, é isso. Agora, claro que a palavra elite se usa para atacar a Universidade.”

O professor Chaimovich indaga: “Do que estamos falando quando falamos ‘não entendo o papel da Universidade?’. Quem diz isso, eu acho que não tem um contato muito firme com a realidade ou, muito pelo contrário, e pior ainda: quer propositalmente destruir um patrimônio do País”. Ao comparar a produtividade nacional com a da USP, que ganhou autonomia há 25 anos, complementa: “Nós, a USP, aumentamos a produtividade cinco vezes mais que o Brasil, então de que estamos sendo cobrados?”.

jorusp

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •