União de esforços resulta em desenvolvimento de tecnologias para conter crise

Parceria entre IPT, USP e empresas privadas busca soluções para gestão da pandemia por meio de projetos como mapeamento do isolamento social

jorusp

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, tem trabalhado na inovação e desenvolvimento de tecnologias para a contenção da crise gerada pela covid-19. Em parceria com a USP e instituições privadas, os projetos são voltados para certificação e manutenção de ventiladores, mapeamento de movimentação populacional e desenvolvimento de kits de detecção do novo coronavírus, além de equipamentos de proteção individual.

O professor Jefferson de Oliveira Gomes, diretor do IPT e professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), explica, em entrevista ao Jornal da USP no Ar, que a instituição tem se dedicado à criação de soluções para gestão da crise, como o mapeamento das taxas de isolamento social: “Desenvolvemos um projeto com as empresas telefônicas. Esse número divulgado todos os dias de porcentual de pessoas que ficaram em casa ou saíram vem desse projeto, que verifica como está a movimentação populacional”.

O instituto, por meio de suas áreas de atuação, tem se dedicado também à testagem dos respiradores desenvolvidos na Poli-USP, o Inspire. Segundo Gomes, a instituição já possui área dedicada à certificação e manutenção de respiradores, o que propicia expertise para a realização dos testes: “O IPT já trabalha com isso há muitos anos. Os egressos da USP [que trabalham no instituto] fizeram um investimento durante a crise da covid-19 para que a gente pudesse receber projetos de desenvolvimento de respiradores e fizesse os testes. O IPT também entrou com a Confederação Nacional da Indústria, por meio do Senai, e junto a um conjunto de empresas automotivas para fazer a manutenção de ventiladores, típica interação sem fronteiras”. 

De acordo com professor, o IPT tem trabalhado na área de biotecnologia para o desenvolvimento de kits de detecção do novo coronavírus em parceria com startups. A instituição ainda conta com áreas de atuação voltadas a auxiliar empresas no desenvolvimento de EPIs, desde máscaras simples até produtos complexos utilizados em zonas de perigo e limpeza e assepsia, com foco no desenvolvimento de produtos químicos e protocolos de uso. 

Ouça a entrevista na íntegra pelo player acima.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP, Faculdade de Medicina e Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.