Uma dupla improvável de estrelas foi descoberta por brasileiros

João Steiner fala da descoberta de um sistema raro de estrelas, feita com a participação de pesquisadores da USP

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

 

Sistemas de estrelas binárias, ou seja, em que uma gira em torno da outra, são até bastante comuns no Universo. Mas o que pesquisadores descobriram agora foi um sistema tão raro que nunca tinha sido observado. Isso porque os objetos que o compõem são de baixíssima massa; um deles é uma anã branca e, outro, uma anã marrom. As observações que resultaram nesta descoberta foram todas realizadas em solo brasileiro, no Observatório do Pico dos Dias, em Brazópolis (MG), tendo a participação de cientistas da USP. Mas não é só isso: a explicação sobre por que dois objetos com massa tão pequena formaram um sistema está no passado deles, envolvendo a morte de uma estrela normal, que se tornou a anã branca, após um “abraço fatal” entre os corpos. Ouça no áudio acima.
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados