Tratado do Mercosul completa 28 anos com desafios para o futuro

O Brasil tem importante papel de liderança para tratar de temas como digitalização, comércio eletrônico e normas sanitárias, entre outros

Nesta terça (26) o Tratado de Assunção, assinado entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, com o intuito de criar um mercado comum entre os países acordados (Mercosul), completou 28 anos. O embaixador Rubens Barbosa fala sobre as perspectivas desse tratado.

Para Barbosa, embora o pacto regional tenha sofrido altos e baixos, ele representa 15% do comércio exterior brasileiro, sendo 85% de comércio de manufatura com os países do Mercosul. O embaixador afirma que o Mercosul será mantido no novo governo. “O importante é verificar como esse tratado se comporta com a abertura da economia e da criação da área de livre comércio da América do Sul, que entra em vigor este ano com a redução de tarifas”, analisa.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Diplomacia e Interesse Nacional.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.