Transição de governo pode ser prejudicada por Trump não reconhecer derrota

Presidente americano afirma que eleições foram irregulares e fraudulentas, uma atitude que deve dificultar o processo de transição, segundo o professor José Augusto Fontoura

 11/11/2020 - Publicado há 11 meses
Por

Donald Trump diz que “a eleição está longe do fim” e recorre a ações judiciais para tentar provar que houve fraude no processo eleitoral, sem apresentar provas. Com isso, busca dificultar o início da administração do presidente eleito. De acordo com o calendário eleitoral americano de 2020, somente no dia 6 de janeiro de 2021 o Congresso vai declarar oficialmente os resultados desta eleição. A posse do novo presidente está marcada para o dia 20 de janeiro.

O professor José Augusto Fontoura, do Departamento de Direito Internacional e Comparado da Faculdade de Direito da USP, lembra que, após Joe Biden tomar posse, se o atual presidente americano ainda estiver se negando a admitir a derrota nas urnas e a deixar o cargo, “pode ser ordenada, e certamente será, a remoção forçada do ex-presidente Trump da Casa Branca”. 

Na opinião do professor Fontoura, “o principal prejuízo para a administração Biden, para os Estados Unidos e para os 74 milhões de eleitores que escolheram o candidato democrata vem do atraso do processo de transição, que se inicia com a negativa da Administração de Serviços Gerais no sentido de já instalar efetivamente o processo de transição, que poderia adiantar muitos expedientes e traçar o caminho para o novo governo”. O professor não acredita que Donald Trump tenha uma esperança real de ser reeleito, mas ele busca causar o maior dano possível. Ele lembra que essa é uma característica da administração e da ação do presidente. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.