Teste da linguinha pode prevenir complicações fonoaudiológicas

Pela lei, exame deve ser feito, logo após o nascimento, e pequena cirurgia resolve problema ainda na maternidade

Resultado de uma tese de doutorado na Faculdade de Odontologia de Bauru (Forb) da USP, o teste da linguinha já é obrigatório por lei desde 2014.

Foto: Aldemar Ribeiro/ATN

Segundo a cirurgiã-dentista da Clínica Odontológica da Superintendência de Assistência Social (SAS) da USP, Luciane Azevedo, o exame já é realizado tanto na rede pública quanto nos hospitais privados. Ela explica que sinais de estresse durante a amamentação podem indicar problemas no frênulo lingual. O diagnóstico precoce permite que uma pequena cirurgia seja realizada ainda na maternidade para correção, evitando complicações futuras na alimentação ou na fala.

Luciane comenta que a operação também está disponível para pacientes infantis e adultos, mas com período de recuperação mais longo.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •