Tem açúcar, vinagre e até “pedaço” de proteína no espaço

Por meio da astroquímica, cientistas conseguem identificar átomos e moléculas existentes no espaço interestelar – inclusive as orgânicas

  • 316
  •  
  •  
  •  
  •  

 

As ciências interdisciplinares que olham para o Universo vão da astrofísica, uma das mais antigas e fundamentais parceiras da astronomia, até a mais recente astrobiologia, que ainda está se consolidando. Mas a astroquímica também é um campo que se soma com contribuições enormes a esses outros.

A astroquímica, define o professor João Steiner, estuda as moléculas que existem nas estrelas mais frias (onde não são destruídas pelo calor), mas principalmente no espaço entre as estrelas. A ciência já se desenvolveu de maneira a nos mostrar que lá existe inclusive moléculas orgânicas como álcool, vinagre, açúcar e moléculas que fazem parte de proteínas.

Saiba mais ouvindo a coluna Entender Estrelas – clique no player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 316
  •  
  •  
  •  
  •