Tecnologia pode beneficiar de forma sustentável as cidades

Encontro promovido pelo Instituto de Estudos Avançados é o segundo evento do ciclo UrbanSus

  • 41
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

A sustentabilidade vai além dos impactos ambientais causados pelo crescimento e evolução das cidades; os aspectos sociais também fazem parte da discussão. Caio Vassão, pesquisador do grupo Representações: Imaginário e Tecnologia, vinculado à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, conversou com o Jornal da USP no Ar sobre o conceito de sustentabilidade, o papel da tecnologia e suas vantagens para os municípios.

Amanhã, Caio Vassão palestrará no encontro Inovação, Sustentabilidade e Ação Sistêmica nas Cidades, segundo seminário do ciclo UrbanSus: Sustentabilidade Urbana do Instituto de Estudos Avançados da USP, que debaterá como a tecnologia pode ser utilizada de forma transversal e sistêmica para contribuir com o desenvolvimento sustentável das cidades brasileiras.

Segundo o pesquisador, a tecnologia é, ao mesmo tempo, problema e solução. Ela surge como uma nova maneira de organização e produção, que se torna necessária na sociedade. A partir desse conceito, Vassão explica que principalmente a tecnologia digital de computação e telecomunicação modifica as interações sociais, pois possibilita a eficiência e organização na produção, porém torna os processos tradicionais obsoletos e as relações mais superficiais.

A tecnologia também pode atuar em benefício da sustentabilidade das cidades. Como exemplos, Caio Vassão comenta sobre as centrais de monitoramento e controle de caráter urbano, tecnologia já presente no Rio de Janeiro, que visualiza acontecimentos nos municípios em tempo real, o que permite maior velocidade e eficácia em localizar e solucionar os problemas encontrados. Também menciona a automação industrial que, além de aumentar a produtividade global com impactos sociais, econômicos e ambientais imperceptíveis, modificou a dinâmica das cidades com o crescimento da área de comércio e serviços formado pelos antigos operários de fábricas.

Os temas de discussão do seminário serão: cidades inteligentes, cidades sustentáveis, inovação nas cidades e formação de profissionais para realizar o planejamento e implementação de intervenções sistêmicas, que utilizem da tecnologia para promoção de ambientes urbanos sustentáveis. O evento é gratuito e será transmitido on-line.

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  • 41
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados