Tecnologia de reconhecimento facial é banida de São Francisco

Cidade tomou decisão por acreditar que o novo sistema ainda não está pronto devido à falta de precisão

Na coluna desta semana, o professor Glauco Arbix fala das implicações da tecnologia de reconhecimento facial. Recentemente, a cidade de São Francisco tornou-se a primeira grande cidade dos Estados Unidos a banir o reconhecimento facial, tecnologia implantada para combater a violência urbana. Isso se deve à quantidade alta de erros da ferramenta.

Em princípio, o reconhecimento facial se propõe a combater crimes como prostituição infantil, roubos e sequestros. No entanto, a quantidade de erros ainda é grande. Para Arbix, é nítido o viés dos bancos de dados. A Câmara de São Francisco entendeu que nem o sistema está devidamente pronto nem as leis do sistema legal americano referentes a essa tecnologia estão devidamente orientadas para lidar com esses casos. Ambos deixam claro que a sociedade ainda não está pronta para lidar com essa tecnologia.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Observatório da Inovação.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •