SUS gasta R$ 4 milhões para atender acidentados em um ano

O levantamento é da Fearp e se refere à cidade de Ribeirão Preto no período de novembro de 2016 a novembro de 2017

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As internações hospitalares decorrentes de acidentes de trânsito em Ribeirão Preto, entre novembro de 2016 e novembro do ano passado, consumiram R$ 4 milhões do Sistema Único de Saúde (SUS). O custo médio por pessoa foi de R$ 2 mil.

Foto: EBC/Agência Brasil

Os dados foram levantados pela Fundace, Fundação ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (Fearp) da USP, e divulgados pelo Boletim Saúde, do Ceper, o Centro de Pesquisa em Economia Regional,  da Fundace.

Os dados chamam atenção para o fato de os homens, com 75%, e, em especial, os motociclistas, com 65%, serem  maioria entre os internados.

Outro dado preocupante é que o número de ciclistas mortos entre 2012 e 2015 aumentou 11%.

O professor André Lucirton Costa, coordenador do estudo, diz que, mais importante que o volume de recursos consumidos, é a falta de políticas públicas de planejamento de trânsito. Ouça a entrevista no link acima.

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados