Suposta guerra contra o Irã inaugura diplomacia do garrote

“Se o Irã bloquear a passagem de Ormuz para o Golfo de Omã, azar de todo mundo”, afirma Marília Fiorillo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na edição de hoje (17), a professora Marília Fiorillo analisa se a ameaça de nova guerra pelo Estados Unidos contra o Irã é só um blefe ou não. Para ela, foi inaugurada a diplomacia do garrote, capitaneada por John Bolton, assessor de segurança, que há anos sonha em declarar guerra ao Irã.

Marília questiona: sem aliados e sem o consenso do Congresso americano, será que Trump mergulharia nessa aventura desastrosa dos americanos e catastrófica para o Oriente Médio? “Muitos analistas creem que se trata de uma provocação, de uma jogada americana para forçar os iranianos a mais concessões. Só os partidários da diplomacia do garrote, que nada mais é que estrangular a economia e a vida dos outros, é que sonham em despejar 120 mil soldados para uma nova trapalhada mortífera. A lógica da diplomacia clássica não é a mesma da mesa de empreiteiros”, ressalta.

O Irã tem um trunfo, analisa a professora. “O estreito de Ormuz, um pedacinho de mar que o separa dos Emirados, mas pelo qual passam 30% do petróleo mundial. Se o Irã bloquear a passagem de Ormuz para o Golfo de Omã, azar de todo mundo. Só vai aumentar o preço do petróleo e o fluxo diminuirá. A confiabilidade de Trump desabará.”

Ouça no player acima a íntegra da coluna Conflito e Diálogo.


Conflito e Diálogo
A coluna Conflito e Diálogo, com a professora Marília Fiorillo, vai ao ar toda sexta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •