Supera Parque fará radiografia de startups da região de Ribeirão Preto

O levantamento vai abranger 34 cidades, com o objetivo de conhecer as empresas jovens da região e identificar oportunidades e tendências

Ilustração: Divulgação/LinkedIn Corporation

 

Startups das 34 cidades que compõem a Região Metropolitana de Ribeirão Preto podem participar do Mapeamento do Ecossistema de Inovação e Empreendedorismo, feito pelo Núcleo de Inovação e Tecnologia do Supera Parque. A radiografia tem como objetivo conhecer o cenário das empresas jovens que atuam na região e identificar as oportunidades e tendências tecnológicas que mais se sobressaem nos setores mapeados.

Essa é a segunda radiografia que o Supera faz, a primeira foi de Ribeirão Preto no ano passado e os resultados mostraram que a cidade contava com 181 startups ativas. Dentre os setores analisados, os que mais se destacaram foram o da Tecnologia da Informação, que esteve presente em 30% das startups analisadas, e Saúde, em 25%. Além disso, o levantamento mostrou que empreendimentos voltados ao agronegócio, educação, marketing, finanças e biotecnologia vêm ganhando espaço no mercado. 

A pesquisadora Denise Arruda, do Supera Parque, ajuda a desenvolver esse mapeamento e conta que ele pode ser um subsídio para novos empreendedores e investidores analisarem de forma assertiva possíveis oportunidades de negócios. “Para novos empreendedores, o mapeamento é importante para que eles vejam qual o cenário e o que as startups estão produzindo. Já para os investidores, é muito importante para que saibam onde investir.” 

Para participar da radiografia, as startups interessadas devem responder a um questionário on-line até o dia 15 de março. 

Ouça no player acima a matéria na íntegra. 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.