Substâncias encontradas em alimentos causam desregulação hormonal

Perturbadores endócrinos também podem ser encontrados em muitos produtos do consumo cotidiano

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Alimentos de origem animal ou vegetal, recipientes de plásticos, inseticidas, remédios, cosméticos e uma infinidade de outros produtos consumidos no cotidiano possuem compostos químicos conhecidos como perturbadores endócrinos. Existe uma grande preocupação entre biólogos, químicos, médicos e outros profissionais da área da saúde relacionada a essas substâncias, já que a exposição ou o consumo das mesmas pode provocar efeitos nocivos ao sistema endócrino de diversos tipos de organismos, mesmo em concentrações extremamente baixas, causando uma infinidade de doenças e, dependendo da espécie, levar ao declínio ou mesmo à extinção da população.  

A importância de uma alimentação saudável – Foto: National Cancer Institute / Domínio público via Wikimedia Commons

A reportagem da Rádio USP conversou com a professora Renata Guimarães, do Instituto de Biociências da USP (IB), para explicar um pouco mais sobre esses compostos químicos, descritos pela primeira vez na década de 1960, quando o pesticida DDT (sigla de Dicloro-Difenil-Tricloroetano) foi utilizado em larga escala naquele decênio, principalmente no combate aos mosquitos transmissores do tifo e da malária. Renata afirma que, embora seja de conhecimento que pesticidas possuem substâncias perigosas à saúde humana e outras espécies, muitas vezes desconhecemos os reais efeitos causados pelo uso desses produtos, apesar do aumento das pesquisas e do conhecimento relativo aos efeitos dos perturbadores endócrinos. Ouça a reportagem acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados