STF decide manter Lula preso, mas situação pode mudar

Tudo vai depender de como a Justiça se pronunciará na acusação de suspeição que pesa sobre o ex-juiz Sérgio Moro

Nesta edição de sua coluna, o cientista político André Singer repercute a decisão do STF, esta semana, de manter preso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A soltura provisória do petista foi negada, mas Singer observa que o quadro pode mudar num futuro próximo. “Na verdade, o que está por trás desse fato é a discussão em torno da possível suspeição do então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça.” O STF ainda não se pronunciou sobre os diálogos divulgados pelo site Intercept Brasil, que comprometem o atual ministro, e é exatamente essa situação que pode mudar os rumos dos acontecimentos.

Singer relembra que os diálogos revelam uma parcialidade do então juiz Moro. “O problema está em saber realmente se a ação dele foi parcial ou imparcial”, o que, dependendo do resultado, “pode produzir uma anulação daquilo que foi julgado em relação ao ex-presidente Lula”. Por isso, fatos novos são esperados já a partir de agosto, quando deverá ser julgado um novo pedido de habeas corpus que, aí sim, poderá decidir pela soltura de Lula. “Eu diria que o ambiente geral é bem menos favorável ao ministro da Justiça do que já foi no passado”, observa Singer. Na opinião dele, os diálogos envolvendo Sérgio Moro tiveram um grande impacto e esse debate deve continuar em pauta. Para o colunista, tudo aponta para uma possível mudança da correlação de forças nesse caso específico.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra do comentário.


Poder e Contrapoder
AA coluna Poder e Contrapoder, com o professor André Singer, vai ao ar toda quinta-feira às 9h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.