Síria necessita imediatamente diminuir a tensão

Segundo Pedro Dallari, a situação do país é, talvez, a mais dramática vivida pela humanidade hoje

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Foto- Civil Defense Idlib.png

Na coluna de hoje, Pedro Dallari aborda a situação da Síria, que talvez seja, no mundo atual, “o maior drama que a humanidade vive”. E lembra que, como em toda guerra, a primeira vítima é a cidadania e que, não por acaso, sejam as crianças, as mulheres e os adolescentes – que têm mais dificuldades de se defender – os primeiros a sucumbir.

E acrescenta o colunista: se a atitude do presidente sírio Bashar al-Assad foi lamentável, jogando gás químico contra sua própria população, não é boa ideia também o enfrentamento militar dos americanos, uma vez que a guerra conta com múltiplos atores. Nesse sentido, é preciso o fortalecimento das organizações internacionais para amainar as animosidades e o conflito não ganhar dimensões catastróficas. Saiba muito mais, ouvindo o áudio.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados