Síndrome de Lynch pode ser a causa do câncer hereditário

Rara condição genética leva ao desenvolvimento de tumores, sendo principal causa de câncer de cólon hereditário

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A síndrome de Lynch é uma rara condição genética que pode ser a causa do câncer hereditário. As pessoas nascem com alterações nos chamados genes reparadores do DNA, o que leva ao desenvolvimento de tumores, sendo a principal causa do câncer de cólon hereditário.

Segundo a organização britânica de combate ao câncer MacMilan Câncer Support, quem sofre desse mal tem 80% de chance de desenvolver câncer de cólon, em comparação com 2% da população em geral. E probabilidade de 70% das mulheres terem câncer de útero.

O professor Victor Ferraz, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP,  diz que “a síndrome é caracterizada por diversos tipos de tumores, por exemplo, tumor no intestino, útero, câncer de ovário, no estômago e mama, mas, especialmente, de colón, do endométrio e do útero”.

O diagnóstico pode ser feito através do histórico familiar, com no mínimo três membros da família com câncer de cólon ou de outros associados a essa síndrome, sendo que pelo menos um dos indivíduos deve ter parentesco de primeiro grau com o paciente. O tratamento para a síndrome de Lynch é feito igualmente ao de outros cânceres do cólon.

Por Júlia Gracioli

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados