Sequência de crises não favorece olhar externo sobre o Brasil

O clima de incerteza e instabilidade afasta do Brasil os empresários e investidores e, com isso, quem sofre é a já combalida economia nacional

 13/12/2016 - Publicado há 5 anos  Atualizado: 26/04/2017 as 14:13

logo_radiousp790px
.

Foto: Wikimedia Commons
Crise faz diminuir investimentos externos – Foto: Wikimedia Commons

A crise econômica, política e ética pela qual passa o Brasil tem repercutido negativamente no exterior. A percepção é de que se está perdendo o controle da governabilidade. Ao clima de incerteza reinante se soma a instabilidade global: queda do governo na Itália, eleições na Alemanha e França, ascensão de Trump ao poder nos Estados Unidos. Não se sabe o que vem por aí, mas as expectativas para a economia brasileira são sombrias. Do ponto de vista político, as delações sobre corrupção generalizadas criam no exterior a sensação de desordem política. Um efeito imediato disso tudo é a queda dos investimentos externos.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.