“Sem confiança não há possibilidade de haver jornalismo”

Para Carlos Eduardo Lins da Silva o jornalismo deve tentar se diferenciar das mídias sociais

Pesquisa recente mostra que a maioria dos norte-americanos nem sempre acredita que as informações factuais estejam na base dos materiais publicados pela mídia. O professor Carlos Eduardo Lins da Silva afirma que essa é uma questão muito séria e a mais preocupante dos últimos problemas que o jornalismo tem enfrentado. “O fundamental é o elo de confiança que deve existir entre o público consumidor e o veículo jornalístico. Essa crença de que há distorções leva ao descrédito e à não necessidade de se consumir esse veículo. Sem confiança não há possibilidade de haver jornalismo”, ressalta.

Para o professor, não é necessário usar hastag para fazer uma matéria, mais atrapalha do que ajuda. Ele alega que é ruim a mania de o jornalismo digital ficar reproduzindo os tweets das fontes. “Isso faz com que haja uma certa confusão do público entre o que é jornalismo e o que é partidarismo das mídias sociais. O jornalismo deveria tentar se diferenciar das mídias sociais”, explica.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Horizontes do Jornalismo.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.