São Paulo passou da garoa às chuvas torrenciais

Existe solução para o drama das chuvas em São Paulo, diz Paulo Saldiva, mas são necessárias medidas que demandam um planejamento a longo prazo

 07/11/2016 - Publicado há 5 anos  Atualizado: 11/04/2017 as 18:37

 

 

Zona Leste alagada após chuvas - Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Zona leste alagada após chuvas – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Inundações, falta de energia elétrica, queda de árvores, semáforos estragados e colapso da mobilidade. A história se repete a cada estação chuvosa em São Paulo, e isso já vem de um passado distante. Algumas condições contribuem para favorecer esse cenário, que só piora com as moléstias decorrentes do contato com a água contaminada e que aparecem nas formas de surtos de diarreia, leptospirose e hepatite. O problema, no entanto, não é insolúvel, dependendo da adoção de algumas medidas, como a de refazer as várzeas dos rios, aliada a uma política mais consistente de coleta de lixo e educação e desassoreamento dos córregos. Também é importante recompor as áreas verdes nos locais onde ocorrem as chuvas mais intensas.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.