Sanfona se aproxima do jazz em novo disco instrumental

Lançamento de Toninho Ferragutti é aplaudido pela jornalista Maria Luiza Kfouri

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

“O Toninho Ferragutti é a melhor sanfona do Brasil atualmente”. Essa é a opinião de Maria Luiza Kfouri a respeito do músico paulista, que está lançando seu décimo disco solo, intitulado “A gata café”. A colunista da Rádio USP destaca o talento de Ferragutti como instrumentista, arranjador e compositor, além de frisar sua grande disponibilidade para o trabalho musical. “Ele vai tocar onde o chamam”, afirma Maria Luiza, lembrando que tem registradas mais de 127 participações dele em discos diversos.

Considerado pela colunista como um músico que não tem medo de experimentar, no novo álbum Ferragutti traz uma formação mais voltada para o jazz.

“A gata café”, nome da música que dá título ao disco, é homenagem a uma personagem real. “O Toninho mora numa casa em Perdizes e há uma gatinha que foi meio que adotada pela vizinhança. Ela come na casa de um, dorme na casa de outro. É na casa dele [do Toninho Ferragutti] que ela dorme”, conta Maria Luiza Kfouri.

A colunista também comemora a ótima safra de lançamentos de música instrumental nesses primeiros meses do ano. É hora de ouvir tudo isso e mais a sanfona de Toninho Ferragutti.

Ouça.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.