“Roda Viva” volta aos palcos 50 anos depois

A peça de Chico Buarque, atualizada por José Celso Martinez Corrêa, está em cartaz no Teatro Oficina

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna desta semana, o professor Guilherme Wisnik comenta sobre a nova montagem de Roda Viva, espetáculo escrito por Chico Buarque, 50 anos depois da estreia original, marcada por diferentes formas de censura. Na versão de 1968, camarins e cenários foram destruídos, atores agredidos e mesmo sequestrados.

A nova versão passou por uma atualização do dramaturgo José Celso Martinez Corrêa para introduzir, por exemplo, as redes sociais, onde o texto original apresentava a televisão como a grande potência da comunicação de massa do momento. Da mesma forma, relaciona o período da ditadura militar com o momento conservador atual.

Em cartaz no Teatro Oficina, a peça conta a história da ascensão e queda de um ídolo popular, Benedito Silva, o Ben Silver, cantor e compositor criado pela mídia. Tem duração de 3h30.

Acompanhe o comentário completo no link acima.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 1
  •  
  •  
  •  
  •