Reunião do G20 na Argentina registra avanços importantes

Reforma da OMC e resistências dos EUA superadas na questão climática são vistas pelo colunista como pontos positivos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Na opinião do professor José Eli da Veiga, o encontro da Cúpula de Líderes do G20, que aconteceu em Buenos Aires no último fim de semana, trouxe dois avanços importantes. No documento final do grupo, consta que haverá uma reforma da Organização Mundial do Comércio (OMC). “A entidade sofre com a falta de mecanismos que lhe permitam mais agilidade”, analisa o colunista. Outro ponto de destaque é os EUA assinarem o documento do G20 que reafirma os compromissos do acordo de Paris em relação à questão climática.
Sob o ponto de vista econômico, o encontro reforçou o G20 como a principal instância de governança mundial, comparada somente ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Mas o colunista faz críticas à cobertura da imprensa, que antecipou que nada aconteceria na reunião. “Boa parte da cobertura focou apenas na conversa entre China e EUA, que resultou numa trégua comercial, sem falar dos avanços obtidos”, avalia.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Sustentáculos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados