Resultado de eleição na Turquia representa vitória do autoritarismo

Vitória de Erdogan tem a ver com a crise geral do capitalismo mundial, diz professor da FFLCH

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, foi reeleito em primeiro turno no domingo (24) para mais um mandato. Erdogan já comanda o país há 15 anos e começa o próximo mandato sob um sistema presidencialista. A eleição de Erdogan é tema de uma entrevista com o professor André Roberto Martin, diretor do Laboratório de Geografia Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Ele concorda com a tese segundo a qual a Turquia está em vias de se transformar num estado autoritário.

“Parece que, de fato, a nostalgia do sultanato está tomando conta ali na região.” De resto, a Turquia joga um papel muito importante na geopolítica mundial. Acompanhe a entrevista, na íntegra, pelo link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados