Relatório apresentado na ONU amplia lista de transformações para a Agenda 2030

Documento destaca importância da conservação dos bens comuns, os “Global Environmental Commons”, para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

Dentre as atividades da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece em Nova York (EUA), o professor José Eli da Veiga chama a atenção para o primeiro relatório quadrienal elaborado por um grupo independente de 15 cientistas, nomeados pelo secretário-geral da ONU. Intitulado The future is now: Science for achieving sustainable development, o documento é resultado de um fórum, do qual participam os 193 Estados-membros, criado em 2016 especialmente para monitorar os ODS da Agenda 2030. “Trata-se de um relatório que merece toda a atenção dos que se interessam pelo tema sustentabilidade”, destaca Eli da Veiga.

De acordo com o colunista, a principal diferença introduzida no documento de 251 páginas é a ampliação da lista de transformações recomendadas para o cumprimento das ODS. O relatório realça o papel determinante da conservação dos bens comuns, os chamados Global Environmetal Commons. “Até então, os itens que se destacavam como fundamentais para as transformações necessárias eram a educação e a saúde, o consumo e a produção, a energia descarbonizada, os alimentos saudáveis e ciência, tecnologia e inovação”, descreve Eli da Veiga. Na opinião do colunista, “os bens comuns, como a atmosfera, por exemplo, de fato merecem mais atenção”. Para tanto, o professor recomenda aos leitores o artigo que está em sua coluna  no Jornal Valor Econômico, onde o tema é tratado de forma mais ampla.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Sustentáculos.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •